9 de junho de 2015

Cidade maravilhosa? Pra quem?



Lembro que quando mudei pro Rio enchia a boca pra falar que morava  na cidade maravilhosa.
Quando me perguntavam da violência, eu respondia: Não é isso tudo que passa na TV não, já fui assaltada em Campos, mas no Rio nunca vi nada.

Pra que eu fui abrir minha boca grande.

Uns meses depois passei por um tiroteio na linha amarela, um pouco depois outro na serra Grajaú x Jacarepaguá, depois assalto no meio da tarde saindo da praia na Barra da Tijuca, uns anos depois assalto a mão armada 11 da manhã numa loteria sendo encurralada na parede com dezenas de pessoas. O ônibus que eu pegava com frequência passou a ser assaltado pelo menos duas vezes por dia e eu passei a aumentar meu trajeto pra não pegá-lo.

Mas eu ainda tinha esperança de uma melhora, ainda acreditava no Rio.

Hoje? Não frequento mais o centro da cidade, pois tenho medo de ser esfaqueada, não ando sozinha a noite, estou sendo "obrigada" a mudar meus hábitos porque a cidade está uma caos.
Quando saio levo o mínimo possível, porque sabe-se lá o que pode acontecer.

Todos os dias vejo amigos postando no facebook que foram assaltados.

Que mundo é esse? Que cidade é essa?

Até quando vamos ter que mudar nossa vida por insegurança? Até quando vamos viver isso?
© Luana Nasck - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por: Tatiana Freitas.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo