Como me curei da Síndrome do Intestino Irritável

Esse mês fez um ano que me curei da SII ( Síndrome do Intestino Irritável) e vou contar para vocês a respeito.

Quando descobri que tinha a Síndrome eu já estava passando mal a mais de um ano.
Praticamente não conseguia comer, pois passava mal com tudo. Nesse processo perdi 10 quilos.



Tive diversos tipos de crises, como dor de barriga, tremedeira, corpo atrofiando, o ar parar de passar e eu ficar sem respirar por pequenos (mas torturantes) períodos, entre outras.

Eu não saía mais sozinha, só acompanhada do meu marido, que sabia como lidar com cada crise (pois na hora eu não tinha cabeça para nada).

Com o tempo fui aprendendo formas de AMENIZAR.
Alimentação regrada (não comia nada com glúten, lactose, que dava gases (como feijão, couve, brócolis), chocolate, café, frutas ácidas), meditação diária (ajudava muito meditar quando tinha crise de dor de barriga) e de remédio simeticona para aliviar dos gases e buscopan composto para dor de barriga.



Tudo isso ajudava, mas ainda não tinha a vida normalizada, então fui em busca de aprender sobre a mente humana e o poder que ela tem.
Essa busca durou cerca de um ano.

Aqui em cima fiz um resuminho da história, você também pode assistir os vídeos abaixo que falo a respeito.





Durante a minha busca, me formei em Thetahealing®, uma técnica de cura energética e foi com essa técnica que me curei.

Como?
No  Thetahealing® existe o digging, que é a busca por respostas, pela crença raíz.

Tá, vamos com calma.

Nós temos crenças limitantes e crenças fortalecedoras.
Nossas crenças são o que nos movem. Nossas ações, pensamentos, sentimentos, são formadas a partir de nossas crenças.

Exemplo: Se você tem a crença que você não merece ter dinheiro, você pode ganhar na mega sena que vai perder tudo. Pois sua mente vai entender que tem algo errado e vai eliminar o causador do problema, nesse caso o dinheiro.
Isso pode acontecer de várias formas, você pode abrir uma empresa que vai falir, pode adquirir uma doença, ter um sócio que vai te roubar, se tornar consumista. Sua mente vai dar um jeito de eliminar o dinheiro, pois sua crença é que você não merece tê-lo.

Como mudar isso? Reprogramando a crença.

No caso da Síndrome fui em busca de qual crença a causou. No meu curso VIDA GRANDIOSA tem uma aula que ensino a testar qual crença limitante você possui.




Após descobrir qual crença havia desencadeado a Síndrome, eu a reprogramei. E a partir do momento que a reprogramei eu acreditei com toda certeza do mundo que estava curada.
Isso foi por volta de 11 horas da noite, no dia seguinte comi um hambúrguer (Com a síndrome jamais comeria) e fiquei super bem.
Na refeição seguinte lactose, depois glúten... e por aí segui.
Crise? Nem fazia ideia do que era isso.
Eu estava curada.

Mais de dois anos de sofrimento curados em alguns minutos com a reprogramação de uma crença.

Cada pessoa é uma, cada caso é um, mas todas as doenças vem da alma e se manifestam no corpo físico.
Quando chega nesse estágio é preciso curar os dois.

Muitas pessoas melhoram e voltam a adoecer em seguida, com a mesma ou outra doença, porque o causador não foi curado, apenas a manifestação.

Uma crença pode retornar?
SIM!

As crenças são formadas por repetição e intensidade. Então se você reprograma a crença e continua falando e agindo como se a crença limitante ainda fizesse parte de você, ela vai retornar.
No meu instagram falo muito a respeito do poder da mente, te convido a seguir comigo nesse conhecimento que vai fazer uma diferença em TODAS as áreas da sua vida.


Uma grande beijo! E gratidão por estar aqui!
A sua cura é a minha cura.


Luana Nasck
Terapeuta Holística
Coach Holística
Mentora de energização de ambientes




Instagram